• Valéria Germano

As lavagens de carros automáticas ganharam popularidade por serem fáceis e rápidas. No entanto, apesar da sua conveniência, as lavagens automáticas fazem mais mal do que bem ao seu carro. Veja como!




Agentes de limpeza agressivos

Todo negócio tem como objetivo maximizar os lucros, minimizando os custos operacionais. A utilização de agentes de limpeza baratos, que contém ingredientes ácidos é bastante comum, especialmente em lavagens de carros sem contato. Embora o resultado seja um carro limpo e brilhante, o ácido desgasta gradualmente a pintura do carro e a cera protetora.


As lavagens automáticas que são feitas sem toque utilizam escovas giratórias que esfregam o carro para remover a sujidade. Embora o contato possa parecer não agressivo, um olhar mais atento para o seu carro revelará arranhões e redemoinhos que eventualmente irão debilitar a pintura.


Nem toda a sujidade é removida

A falta de contato, especialmente para as lavagens automáticas sem toque, dificulta a sua capacidade de limpar o veículo por completo, uma vez que os pontos problemáticos não são identificados e não recebem a atenção que deveriam ter. Com o passar do tempo a sujidade acumulada, pode acabar por danificar e gerar manchas na pintura.


Técnica de secagem

O ar aquecido que seca o excesso de água, na maioria dos casos não é suficiente. Conduzir um carro que não está completamente seco gera manchas, que, se não forem limpas imediatamente pode, a longo prazo, necessitar de um tratamento de polimento profissional.


O que observar para a opção de secagem à mão

Embora a maioria das lavagens automáticas de carros utilize o ar quente para secar o excesso de água, algumas delas têm atendentes que limpam o seu carro à mão assim que a limpeza é concluída. Tudo bem, desde que sejam utilizados panos de microfibra macios e limpos, o que não acontece na maioria das lavagens de automóveis deste género. Panos abrasivos e sujos, resultado da secagem de vários veículos, resultam em arranhões e manchas na pintura do carro.


Um carro bem conservado com um acabamento primoroso se traduz em um maior valor de revenda. Embora as lavagens automáticas possam fazer o seu carro parecer decente a curto prazo, o uso contínuo resulta o longo prazo, num carro arranhado e feio.


O Washly.Club disponibiliza deste e de outros serviços, fale connosco!



96 visualizações0 comentário
  • Valéria Germano

Separamos aqui algumas dicas para manter o seu veículo em dia e evitar pequenos problemas



Com a chegada dos meses mais quentes do ano, certamente, você irá querer contar com o seu veículo para aproveitar a estação mais esperada. Mas para que ele não te deixe na mão, é preciso tomar alguns cuidados, afinal de contas, as condições climáticas e meteorológicas da estação podem ser bastante prejudiciais a diversos componentes do veículo, além de tornar as viagens um bocado desconfortáveis. Separamos aqui algumas dicas para manter o seu veículo em dia e evitar esses pequenos problemas.


1- Lave e seque com frequência. O sol e o calor podem desbotar e rachar a tinta. A lavagem frequente e a secagem das mãos ajudam a remover as partículas de sujidade e poeira que podem causar pequenos riscos e danificar o acabamento do seu carro.


2- Encerar o carro. Uma camada de cera entre o acabamento do carro e os raios ultravioletas do sol é uma ótima maneira de ajudar a protegê-lo. Quantas vezes um carro precisa de um trabalho de cera? As respostas variam de acordo com o carro, mas geralmente é melhor encerar os carros regularmente.


3- Verifique a pressão dos pneus. Pavimentos quentes e pneus com pouca pressão podem ser uma combinação perigosa e levar a uma explosão. Mesmo pneus bons podem perder cerca de um quilo de pressão de ar por mês, por isso é realmente importante verificar a pressão dos pneus frequentemente quando está quente. Certifique-se de seguir a pressão dos pneus recomendada pelo fabricante do seu veículo.


4- Sistema de refrigeração. Para ajudar a proteger o seu motor contra super aquecimento, verifique se ele está em boas condições de funcionamento. Verifique as correias e drene o anticongelante / líquido de arrefecimento. Troque correias e fluidos regularmente, conforme recomendado pelo fabricante do seu veículo.


5- Fluidos, em geral. A possibilidade de super aquecimento aumenta muito quando os níveis de fluido estão abaixo dos níveis recomendados. Verifique regularmente o óleo do motor, o fluido da transmissão, o fluido da direção hidráulica e o freio. Se for necessário completar, consulte o manual do proprietário sobre os tipos de líquidos recomendados.


6- Bateria. Altas temperaturas e altas cargas acessórias (uso do ar-condicionado do veículo) podem causar desgaste e falha mais rápida. Verifique regularmente a bateria do veículo e o sistema de carregamento completo por um mecânico profissional para garantir que esteja funcionando corretamente.


7- Ar condicionado. Se a temperatura interna do seu carro não estiver fria o suficiente, o nível de carga de refrigerante no sistema de ar condicionado pode estar baixo ou pode haver um problema mais sério. Faça com que seja verificado por um profissional.


Siga essas recomendações e fuja de problemas causados pelo calor excessivo. Aproveite o verão tranquilo!



69 visualizações0 comentário

O novo coronavírus fez muitos reforçarem os hábitos de limpeza tanto com a casa quanto com os pertences pessoais. Pensando nisso, separamos algumas dicas para limpar o interior do seu carro e reduzir o risco de contágio.





Uma solução de isopropílico é o limpador mais usado pelos fabricantes de interiores de automóveis atualmente. Basta uma limpeza rápida para limpar a maioria dos germes e impressões digitais. No entanto, é preciso ter algum cuidado, pois por mais que o álcool não deva danificar materiais como a pele ou imitação da mesma, o uso excessivo poderá deteriorar a cor. Outra opção é a água e o sabão. Sugerimos que passe mais tempo no volante, que tem uma enorme quantidade de germes e vírus. Por este motivo, recomendamos o uso de toalhetes desinfetantes para limpar todas as superfícies do volante. Isso inclui as alavancas para os controlos de rádio, voz e navegação. Não se esqueça do manípulo de mudanças, travão de mão, manípulos de portas e do indicador de mudança de direção. Limpe também os apoios de braços da porta e do console central, telas de exibição, suportes para copos, cubículos, aberturas de ar condicionado e até mesmo as “alças da porta”. Você toca-lhes mais do que imagina e está repleto de bactérias e vírus. Provavelmente, você ficará surpreso com a quantidade de sujidade que os toalhetes retirarão.

O que não usar: Aconselhamos a não utilizar lixívia ou peróxido de hidrogénio no interior do veículo. Ambos os produtos químicos acabarão com o novo coronavírus, mas também causarão danos ao vinil e aos plásticos utilizados na maioria dos veículos modernos atualmente.


Investir na limpeza interna do seu carro é investir na própria saúde e na saúde da sua família. Disponibilizamos o serviço de higienização interna, com condições incríveis. Lembre-se: prevenir é o melhor caminho! Para obter os conselhos mais recentes do governo português, visite https://covid19.min-saude.pt/

86 visualizações0 comentário
1/4

Rua de Pedro Hispano, 894. 4100 Porto

Telefone: 925 638 800

email: hello@mrwash.club

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018  All rights reserved.Washly.Club